Foto do dia: Solstício de verão

E como eu contei no post anterior, hoje os malteses estão dando boas-vindas oficialmente ao verão 2012. Hoje às 5h30 aconteceu solstício de verão. Sols o que? O solstício (sol + sistere, que não se mexe, em latim) é um fenômeno natural que acontece duas vezes ao ano, uma no inverno e outra no verão. É o instante que um dos hemisférios recebe maior intensidade de radiação solar e com isso o dia fica maior que a noite. E é nessa data que o Heritage Malta realiza um passeio especial e único aos templos megalíticos de Ħaġar Qim e Mnajdr. Se você bobear, como eu que fui viajar bem nessa data, só vai ter uma nova oportunidade no ano seguinte, pois o solstício de verão só acontece no primeiro dia da estação. Durante a visita guiada aos templos que datam de 3600 AC, você acompanha o maravilhoso nascer do sol, de um ponto privilegiado. De um local que possui um alinhamento astronômico perfeito com o sol. O que dizem é que os raios solares penetram os templos num movimento tão sistemático que fica difícil acreditar que não tenham sido construídos com este propósito. Até o momento, não existe nada que comprove, mas é bem possível, uma vez que as sociedades agrícolas pré-históricas observavam o movimento das estrelas, sol e lua para se guiarem a respeito das mudanças de estações e épocas de plantio e colheita. Sinceramente tenho minhas dúvidas sobre se ainda é possível ver esse espetáculo da maneira como era antigamente. Afinal, apensar dos templos terem sido bem conservados, desde 2009 eles possuem uma tenda protetora que não sei se não atrapalha a visão do solstício. Mas mesmo assim, da próxima vez que eu estiver em Malta, não perderei esse passeio de jeito nenhum. A foto acima eu peguei numa matéria do Times of Malta e mostra o Mnajdra Temples. Se quiser mais informacoes sobre o passeio acesse o site do Heritage Malta. E se programe com antecedência para não perder, pois as vistas tem um número limitado de pessoas. 😉

Aproveite que amanhã é dia de museu grátis em Malta

E amanhã tem entrada gratuita em quatro museus do Heritage Malta por conta do feriado Sette Giugno. São eles: National Museum of Fine Arts em Valletta, National Museum of Natural History em Mdina, o Malta Maritime Museum e o Inquisitor’s Palace em Vittoriosa e o National Museum of Fine Arts em Valletta.

Os museus terão algumas atividades extras por conta do feriado e estarão abertos das 9h às 17h. Mas fique atento, pois a última entrada permitida será às 16h30.

O Heritage Malta é a agência nacional responsável pela conservação do patrimônio cultural de Malta. E além da entrada gratuita nos museus, o Heritage dará 50% de desconto na entrada do mega concorrido Hypogeum e imperdível sítio neolítico.

Great Siege of Malta in 1565, Giuseppe Cali, Museu Nacional de Belas Artes em Malta
Pintura do pintor maltês Giuseppe Cali que faz parte do acervo do Museu Nacional de Belas Artes e mostra “O Grande Cerco de 1565”.

National Museum of Fine Arts

A coleção do Museu Nacional de Belas Artes em Malta vai do Renascimento até os tempos modernos. Por lá você vai conferir o barroco italiano de Mattia Preti (1613-1699) e outras pinturas de “caravaggistas” como Mattias Stomer (1600-1650), Jean Valentin de Boulogne (1601-1632) e Guido Reni (1575-1642). Tem também belíssimas obras dos expoentes da pintura maltesa, Giorgio Pullicino (1779-1851), Giovanni Schranz (1794-1882), Girolamo e Gianni (1837-1895) e o romântico Giuseppe Cali (1830-1915).

Museu da história Natural em Malta
Museu Nacional de História Natural Foto: Divulgação

National Museum of Natural History

O Museu Nacional de História Natural abriga algumas coleções historicamente importantes. São mais de 10.000 rochas e minerais, mais de 3.500 aves, ovos e ninhos, 200 mamíferos, mais de 200 espécies de peixes, milhares de conchas e insetos locais e exóticos. A coleção de fósseis também é notável, pois contém um grande número de peixes e muitas espécies de ouriços do mar e outras espécies da fauna marinha encontradas em rochas calcárias.

malta-maritime-museum
Museu Marítimo de Malta Foto: Divulgação

Malta Maritime Museum

A história marítima de Malta nesse museu é contada através de réplicas de navios, pinturas, cartas e instrumentos náuticos. Tem até máquina movida a vapor que foi construída em 1951 pelos irmãos Ferguson de Port Glasgow. É um ótimo passeio para quem quer saber mais sobre Malta como base naval, engenharia marinha, navegação antiga, tradicionais barcos mateses, etc.

Câmara de tortura museu Inquisitor's Palace
Câmara de tortura do Palácio do Inquisidor. Foto: Divulgação

Inquisitor’s Palace

O Palácio do Inquisidor foi construído em 1530 como um tribunal civil da Ordem de São João, logo que os cavaleiros chegaram em Malta. Por lá, além de visitar ambientes como a sala de tortura e as prisões, também vai descobrir um pouco do impacto da Inquisição sobre a sociedade maltesa. O palácio que antes fora cenário de tristes momentos da história maltesa, hoje abriga o Museu da Etnografia que estuda as populares devoções e valores religiosos presentes nos malteses até os dias de hoje.

Como chegar nos museus?

Dá uma olhada nesse mapa que eu criei com a localização e telefone de cada um dos museus acima. Basta você clicar na imagem abaixo que ele te leva para o mapa original, ok?!

mapa museus Malta


Foto do dia: Marsaxlokk Fish Market

Marsaxlokk, Malta Fish Market

E domingo é dia de ir à feira de Marsaxlokk. A baía dessa vila de pescadores é o segundo maior porto natural de Malta e tem uma porção de barcos coloridos, os tradicionais Luzzu. Apesar de ser uma fish market, por lá, além de comprar peixes e camarões, você encontra doces, roupas e muitos souvenirs. Os preços ótimos. Vale a pena visitar a feira e depois se deliciar com algum peixe fresco em algum dos restaurantes que tem por ali.

Foto do dia: As maravilhosas falésias de Malta

Malta Cliffs

Um passeio de barco em qualquer praia do mundo é uma delícia, mas em Malta eu diria que é mais do que isso é um passeio imperdível. Contrate um pacote, alugue um barco, mas não deixe contornar toda a costa maltesa. Você vai se encantar com a magnitude e beleza das falésias costeiras. É fascinante! Nessa foto você pode ver um pouquinho dessas obras de arte esculpidas pela natureza.