O que fazer para não ser barrado na imigração européia?

Quando eu fui pra Malta, me lembro que fiquei muito assustada. Sabe como é primeira vez fora da América Latina. Uma enxurrada de notícias de brasileiros que não foram aceitos em diversos países europeus. Algumas histórias até assustadoras. Pessoas maltratadas. Turistas, estudantes, executivos. Tem como viajar tranquilo? Com certeza, não. A gente acaba indo viajar com aquele medo de ser pego. Epa, mas peraí, ser pego por que se eu não fiz nada de errado, não é verdade? Eu tinha a sensação de ser culpada por um crime que não cometi. Mas será mesmo que todos esses brasileiros foram barrados na imigração sem motivo? Ok, nada justifica os maus-tratos. Porém com certeza tem muita gente que volta pra casa por besteira, por pura e simples falta de informação e documentação. E, claro, que volta dizendo que foi injustiçado, afinal como eu disse muitos nem sabem quais são os requisitos para entrada na Europa.

Foi exatamente pensando nisso que o Ministério das Relações Exteriores criou esse folheto explicativo com “Recomendações aos Brasileiros que viajam à Europa”.  

recomendações a brasileiros que viaja à Europa MRE Governo do Brasil

 

Antes de viajar, verifique se está com todos os comprovantes e documentos necessários. Para diminuir um pouco o nervosismo na hora que passar pela imigração, sugiro que leve tudo separado e organizado em uma única pasta. Eu levei a minha dentro da bagagem de mão, mas quando fui pra fila da imigração, já fui com a pasta em mãos. Assim evitamos aquele desespero de ficar procurando tudo na hora que for solicitado. Muitas vezes eles não pedem nada além do passaporte, em outras fazem um interrogatório e querem ver tudo. Com cada pessoa é de um jeito. Por isso, vale lembrar também, que mesmo você seguindo todas essas orientações do governo brasileiro, estando com todos os documentos em ordem, ainda assim, a imigração pode não te aceitar. 

Fique atento a quantidade de euros por dia. No folheto eles dizem 60 euros por dia. Mas para pedir o visto em Malta são 48 euros. Daí você pensa, vou ter que comprovar só os 48. Buuuuuut, não conte tanto com isso. Como não existe voo direto Brasil – Malta, é importante lembrar que você pode ser barrado no local onde fará a conexão, principalmente se for um país membro da União Européia, pois é lá que eles dão aquela carimbada no seu passaporte. Portanto é mais seguro, você ter como comprovar os 60, ok?!

Nesse folheto, tem os telefones do Núcleo de Assistência a Brasileiros, tem até mesmo um telefone para qualquer emergência fora do horário de expediente. Leve isso com você, dentro da pastinha. Se quiser fazer o download do folheto, acesse aqui.

O que é necessário para tirar o visto em Malta?

Para entrar em Malta, vale a mesma regra que para o restante da União Europeia. Brasileiros tem livre acesso como turista até 90 dias, após esse período é necessário tirar o visto. Dizem que existe uma prorrogação para turistas, eu tentei de todas as maneiras lá na Imigração maltesa, mas eles foram categóricos comigo, dizendo que em Malta turistas brasileiros não podem prorrogar a estadia. A única maneira que eu teria de ficar na ilha seria como estudante ou com permissão de trabalho. Espero que depois desse acordo bilateral entre Brasil e Malta, isso tenha sido alterado. Aliás, essa notícia confundiu muitas pessoas nos últimos dias. Nós brasileiros não precisávamos de visto para entrar em Malta, porém se um maltês quisesse vir ao Brasil ele precisaria de visto para entrar. Super injusto, né?! Aí esse acordo, que antes era unilateral, se tornou bilateral e eles podem vir para cá sem visto também.

Dia desses o Consulado de Malta no Brasil publicou em sua fan page as informações de forma bem didática. Dei um print dá tela, dá uma olhada aí embaixo. Caso não consiga ler, é só clicar na imagem que ela te direciona para o link.

consulado de malta no brasil visto

O visto de estudante deve ser solicitado quando você já estiver em Malta, não é possível tirá-lo aqui no Brasil. Como você viu aí em cima é necessário apresentar alguns documentos obrigatórios, por isso sugiro que antes de ir entre em contato com os Consulados de Malta no Brasil para checar se essas informações ainda valem, ok?!

Qualquer hora conto por aqui a minha saga rumo a conquista da prorrogação do visto de turista em Malta. hehehe