Estou de volta ao blog e preparando novos posts

0002301379SS-1920x1280

Após um longo tempo sem escrever e atualizar o blog, eu voltei. O amor que tenho por essa ilha é enorme e sinto que ainda tenho muito a contribuir mesmo estando longe de lá há tanto tempo. Abandonei o blog por diversos problemas. Teve até gente me atacando por aí e rezando pra eu parar de escrever. Fiquei muito triste, é verdade, pois acredito que tem espaço pra todo mundo escrever sobre suas experiências em Malta. Mas o motivo do meu sumiço, foi outro, excesso de trabalho e outros projetos pessoais que montei em paralelo.

E como sei que tem uma galera que gosta do meu jeito de escrever, aproveito para fazer aquele merchan básico e apresentar o Lentes do Coração, um blog que não tem nada a ver com Malta, mas é fruto de muitas reflexões que tive pela ilha. No Lentes proporciono uma viagem ao nosso interior, através de poesias e textos reflexivos sobre autoconhecimento, colaboração, paz e amor incondicional. Se você é daqueles que acredita que pra mudar o mundo é preciso começar por si mesmo, apareça por lá e me conta o que achou.

Voltando ao nosso pequeno paraíso. =] Neste tempo que deixei o blog parado, ele só cresceu. O número de visitas, seguidores e de mensagens. Peço desculpas a todos que me enviaram pedidos de ajuda, dúvidas, etc. e não obtiveram retorno. Muitos pedidos são bastante específicos e fica difícil auxiliar um por um. Ainda mais nos últimos tempos. De qualquer maneira, pretendo transformar as principais dúvidas em posts.

Agradeço muito pelos comentários carinhosos e pedidos para eu voltar a escrever. Fico feliz em saber que meu trabalho tem ajudado tanta gente! Espero que os que já foram tenham amado a ilha e apareçam para compartilhar aqui as experiências com os que pretendem ir. E os que ainda estão planejando, venham conferir os novos posts!

Aguardo vocês, hein! 😉

Foto do dia: agradecimento

rezando em mosta

Uma das coisas que eu mais amava fazer em Malta era sair para caminhar e admirar as belezas ao meu redor. A alegria e o agradecimento por tudo que eu estava vivendo podiam ser vistos nos meus olhos e no meu sorriso. Hoje, você pode ver tudo isso traduzido em palavras nesse blog. Cada vez que escolho um tema, uma foto ou escrevo um texto é um pouco do meu amor e agradecimento ao que lá vivi. A foto de hoje, tirada em Mosta, uma das igrejas mais famosas de Malta, foi a forma que encontrei de expressar o meu agradecimento por aqui a todos que acompanharam essa saga desde o início e me deram força nos momentos que mais precisei. Agradeço os amigos que por lá eu fiz. E a todos aqueles que tenho conhecido por causa do blog. Os que perguntam, o que comentam, os que curtem, os que seguem e até aqueles que aparecem por aqui, mas ficam quietinhos, só acompanhando.

Muitas vezes na vida só nos lembramos de pedir o que queremos e esquecemos de agradecer. Os agradecimentos, em sua maioria, são dedicados aos problema superados. Mas por que não agradecer o que se tem a todo momento? As coisas simples da vida. O sol que brilha mais um dia, a chuva que refresca. A família, os amigos. Os seguidores do seu blog. =) O estar vivo. E o mundo está precisando de mais agradecimentos e menos reclamações. Não vamos esperar entrar numa igreja, num templo para fazê-lo. Façamos a qualquer hora e em qualquer lugar. E sem um motivo grandioso. 😉

Obrigada!

Foto do dia: Caroline, a turista

Logo que descobri que hoje era Dia do Turista, pensei: taí uma boa pauta pra foto do dia. E cá estou eu “turistando” em Mdina, a cidade silenciosa. Uma das minhas preferidas em Malta.

Escolhi essa foto, pois mostra um pouco do meu jeito turista de ser (Só faltou algum prato de comida e bebida típica). hehehehe Sabe aquele clichê do turista japonês? Que usa roupa confortável, chapéu e fotografa tudo? Eu sou bem parecida, só não costumo andar em grupo tão grandes como eles. Acho bacana viajar acompanhada, mas em bando tô fora. É um caos pra se locomover, conseguir uma mesa em restaurante, etc. E você sempre acaba perdendo alguma coisa.

A minha primeira visita à Mdina foi assim. Com um grupo enorme de amigos da escola. Foi divertidíssimo. Mas naquele dia não consegui curtir a cidade do jeito que eu queria. Felizmente, tive a oportunidade de voltar mais vezes a essa charmosa e encantadora cidade. Confesso, que me sinto muito feliz quando estou “turistando” sozinha. Assim planejo ver só o que me interessa e fujo do roteiro quando quiser, sem ter que abrir mão de algo que quero ou ver alguém torcer o nariz. E posso parar para fotografar e demorar o quanto eu quiser. Ahhhh que delícia que é isso!

Quer uma dica de uma turista profissional? Pesquise tudo sobre o lugar que você vai, guias e blogs bacanas para isso, como o Bora pra Malta, é o que não falta, hein?!, mas quando chegar lá, deixe o seu faro te guiar. Erre a rua, dê a volta no quarteirão, se vire e saia do roteiro! Você vai se surpreender com as coisas maravilhosas que você mesmo poderá descobrir.

Muitas viagens para todos nós, turistas, apaixonados por desfrutar as coisas boas da vida! 😉

Foto do dia: Malta é feita de momentos felizes

Quero lançar um desafio a mim mesma. hehehehe Todo dia, faça chuva ou faça sol. Eu postarei uma foto de Malta. Tirada por mim ou por alguém. Essa de hoje, tirei numa deliciosa tarde de domingo na rocky beach em Sliema.  😉