Seja um herói, salve vidas, doe sangue

Pra quem não sabe eu já tive um blog chamado Dia De, Todo dia é dia de alguma coisa. Acho que já deu para notar como eu gosto desses dias comemorativos, né?! hehehe É verdade que alguns são bem absurdos e desnecessários, mas pelo menos nos rendem algumas risadas. E rir faz bem á sua saúde, então… hehehehe Já outros são de extrema importância para servir de alerta e conscientização das pessoas sobre algum tema, por exemplo, a doação de sangue. Você sabia que hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue?

campanha hero Dia Mundial do Doador de Sangue
“Todo doador de sangue é um herói” é a campanha desse ano, criada pela Organização Mundial de Saúde para celebrar o Dia Mundial do Doador de Sangue. E você é um herói?

E veja que coisa triste, em Malta, um dos países mais caridosos do mundo, mais de 300 mil pessoas estão aptas para doar sangue, mas apenas 5% dessas pessoas o fazem. Felizmente, Malta não possui grandes problemas de falta de sangue, porém eles trabalham diariamente no limite. Ou seja, as doações estão suprindo a necessidade, mas se por acaso acontecer algum imprevisto, uma emergência, isso pode se tornar um grande problema e custar a vida de alguém. Afinal para um doente que precisa de transfusão, um dia pode fazer toda a diferença.

Para você ter uma ideia, cerca de 50 a 60 unidades são necessárias em Malta por dia. Existem pacientes com problemas renais, por exemplo, que precisam de sangue diariamente. Um ou dois acidentes graves na ilha, já é suficiente para acabar com o estoque de sangue. Sabe quantos acidentes graves acontecem por ano em Malta? 300. Ou seja, está mais do que na hora dos malteses aumentarem suas contribuições, certo?!

poster blood count Malta
Adorei esse poster de divulgação de uma campanha de Doação de Sangue em Malta. Duas crianças discutindo qual foi o pai que doou sangue mais vezes? hehehe Que maravilhoso seria se existem discussões assim, né?! =)

E você, o que pode fazer para ajudar? A primeira pergunta é, onde você está? Se for no Brasil, corre pra doar, pois os dados por aqui são alarmantes. Dá uma olhada aqui. Onde você pode doar? No site da Fundação Pro-sangue você tem uma lista de locais de coleta no Brasil todo. Mas se você está em Malta, bom aí a história muda um pouco de figura.

Segundo o Ministério da Saúde de Malta, são aceitos doadores em Malta, mas é necessário ter um ID maltês terminados em P ou A ( R.G.) e estar residindo por lá há mais de 6 meses. Como sei que existem alguns brasileiros expatriados ou com dupla cidadania em Malta, imagino que isso vale para vocês. Mas de qualquer maneira, é sempre bom ligar antes e se informar, ok?!

E onde você poder doar em Malta?

National Blood Transfusion Service: St. Luke’s Square, G’Mangia. Das 8h às 18h, incluindo domingos e feriados. Tel.: 2206-6201 Cel.: 7930-7307 e Fax: 2206-6216.

Gozo General Hospital, Blood Donation Department: Triq L Arcisqof Pietru Pace, Victoria, Gozo. De segunda a sexta das 8h às 11h30, aos sábados das 8h às 11h. A cada 4 ou 5 semanas, eles abrem aos Domingos.

Existe também uma unidade móvel que circula pela ilha, confira a agenda deles e outras informações acesse o site do Serviço Nacional de Transfusão de Sangue.

Lembrando que homens podem doar sangue a cada 3 meses e mulheres a cada quatro meses.

Casos reais que nos incentivam a salvar vidas

Na matéria Life Blood a revista Infocus Pink (março de 2011), a jornalista Helen Raine nos mostra como tudo isso funciona, através de emocionantes depoimentos reais. O primeiro participante dessa matéria é o doador, Joe Baldacchino que já doou sangue mais de 100 vezes. Segundo o doador, ele sempre quis ajudar as pessoas necessitadas, mas não tem dinheiro para isso. Então, ele ajuda doando sangue. Ele conta como é fácil doar e prazeroso saber que ajudou alguém fazendo algo tão simples. E ainda chama o momento carinhosamente de “os cinco minutos felizes”.

Outro entrevistado da matéria é um funcionário do Banco de Sangue de Malta, Tony Micallef que conta um pouco sobre o seu trabalho diário de recrutar novos doadores e manter os antigos. A meta de Micallef é conseguir 50 novos doadores por semana. Além de contar um pouco da atual situação do banco de sangues, ele conta que em casos de emergência, ele fazem campanhas e os doadores malteses respondem o mais rápido possível. Mas o ideal é evitar esse tipo de avisos urgentes e ter o máximo de doadores regulares. E ele também afirma o quanto é maravilhoso ser um doador e diz que geralmente, pessoas mais velhas que doam pela primeira vez, costumam dizer que deveriam ter feito isso antes.

menino maltes com leucemia

Outro depoimento emocionante é do pequeno Neal e sua mãe Fiona Borg Halford. Quando Neal tinha 3 anos a família descobriu que ele tinha leucemia. Desde então, Neal passou a fazer quimioterapia e precisar de muitas transfusões de sangue. Na matéria que é do ano passado, Neal estava com 6 anos e seu tratamento programado para finalizar em 4 meses. A mãe do menino é muito grata a todos os doadores de sangue e diz que os considera anjos enviados do céu. Pois se não existissem doadores, não haveria sangue disponível e o Neal provavelmente não estaria vivo. Ela ainda acrescenta que as pessoas não devem ser pressionadas para doar, esta é uma contribuição altruísta e muito valiosa. E finaliza dizendo: ninguém sabe se um dia vai precisar disso ou não, por isso seja generoso e por que não dar esperanças para aqueles que precisam?

Uma prova desse depoimento de Fiona é a história de Sam Camellieri também contada na matéria. Há 5 anos atrás, ele doou sangue para ajudar uma criança que estava com leucemeia, mas nem passou pela sua cabeça que um dia passaria pela mesma situação. Em 2010, seu filho foi diagnosticado com um tipo raro de leucemia e precisa de muita transfusão de sangue. Hoje ele está colhendo a generosidade que um dia plantou.

Por isso, gente, bora plantar mais sementes de amor e generosidade por aí? Tem medo de agulha, fecha os olhos e pensa em quantas pessoas estão precisando da sua ajuda e que a sua coragem pode salvar uma vida, tenho certeza que você não vai nem perceber a picada. 😉

O Dia Internacional dos Museus também é comemorado em Malta

E neste dia 18/05 o mundo todo está comemorando o Dia do Museu com o tema Museus em um Mundo em Transformação. Novos desafios, novas inspirações.

E é claro que Malta não poderia ficar de fora dessa, não é mesmo?! E o que não falta em um país com 7 mil anos de história é museu para nos contar tudo isso.  Museus abertos e fechados. E sobre os mais variados assuntos e épocas, arqueologia, história natural, arte, religião, carros, aviação, brinquedos, etc. Passando até mesmo pela arquitetura preservada de casas, palácios e igrejas. em museu para todos os gostos e estilos. Da pré-história à Segunda Guerra Mundial.  Heranças preservadas da rica história maltesa.

Encontrei algumas dicas de programação para quem está na ilha e quer aproveitar para visitar um desses museus gratuitamente ou com desconto. Tem opções até o final do mês, dá uma olhada abaixo ou acesse aqui.

Int_Museum_Day_2012 Malta

Hoje também é dia de homenagear as mamães maltesas. Happy Mother’s day!

Segundo domingo de maio. O tradicional Dia daquelas mulheres incríveis das nossas vidas. Aquelas mulheres guerreiras, pacientes e dotadas de amor incondicional, as nossas mães. Sim, hoje é dia das Mães. Só em alguns países, é verdade Mas assim como os brasileiros, os malteses também comemoraram hoje essa data tão especial.

Mas não faz muitos anos que essa data faz parte do calendário maltês, pelo o que conta o radialista maltês Frans Henry Said. Segundo Said, em 1961, após o padre Charles Vella lhe contar que na Itália existia uma dia dedicado à honra das mães desde 1957, ele ficou tão comovido que decidiu fazer uma homenagem às mães em seu programa para crianças. No dia 10, 4 dias antes do segundo domingo de maio, ele incentivou as crianças que ouviam seu programa a dizerem às suas mães: “Obrigado” . E assim tem há 51 anos. Todo ano, religiosamente, no segundo domingo de maio, os malteses agradecem suas mães e as enchem de mimos.

Falando nisso, um deles é levar café da manhã na cama e o outro, é dar flores, e ao que parece as preferidas das mamães maltesas são as hortênsias rosas. Os malteses também tem o hábito de fazer picnic em algum parque ou sair para almoçar em restaurantes que oferecem cardápio especial para a data.

Ano passado eu estava em Malta no dia das Mães. Foi um dia muito triste para mim. Era o meu primeiro dia  das Mães sem minha mãezinha e pra piorar tudo estava lá em Malta, longe do carinho da minha família e amigos mais próximos. =(

De qualquer maneira, sei que minha mãe, onde quer que ela esteja, consegue sentir todo o amor e gratidão que tenho e terei por ela, não só no dia de hoje, mas para sempre. E você que tem o privilégio de ter sua mãe por perto, meu conselho é aproveite para curti-la e nunca canse de dizer o quanto você a ama. Não deixe para fazer isso apenas nas datas comemorativas.

Feliz Dia das Mães! Happy Mother’s day!

Nem só de festa de rua vive o Carnaval de Malta

E pra galera que prefere ir pra balada do que ficar no meio da multidão, também existem várias festas carnavalescas espalhadas tanto por Gozo quanto por Paceville, o bairro mais badalado de Malta. Nessas baladas a diversão é sempre garantida. E, com certeza, em muitas delas rola até um pouco de música brasileira pra você matar a saudade de casa. mas não se anime muito, pois muitas vezes são umas músicas do carnaval dos anos 90. hahahaha Ah! E Michel Teló você vai ouvir até nos desfiles de Valetta. ¬¬

Algumas dessas festas são pagas, em média 15 euros de entrada. Mas muitas não cobram nada, principalmente as de Paceville.

E como ninguém viaja e leva fantasia na mala, aí vão duas lojas pra ajudar você a se montar:

Fancy That?  Schreiber Street, STJ 3081 San Gilian, Malta. Tel.: 9927-4379

Costume Queens Pjazza President J.F. Kennedy, Victoria, Gozo. Tel.:  9904-2170

O “Spontaneous Carnival” de Nadur

Um outro hot spot do carnaval de Malta é a cidade de Nadur, que fica em Gozo. Durante o dia, as comemorações são bem semelhantes ao que acontece em Valetta, com as tradicionais brincadeiras, competições de dança, etc.

Mas o grande destaque fica para as festas que acontecem a noite por lá. Dizem que é uma experiência única. Uma grande festa à fantasia ao ar livre. Por lá se vê de tudo, das fantasias engraçadas às bizarras. A criatividade e o improviso estão por todos os lados. Por isso se tornou conhecido como “Spontaneous carnival”, pois não tem regras, cada um se fantasia do que quiser e a imaginação permitir. Deve ser divertidíssimo!  Dá só uma olhada nas fotos. hehehehe

[slideshow]